Saturday, September 02, 2006

Saída sem centro










Se ainda é possível se perder nesta cidade
Certas partes que ainda renderem
Que seja no claro
Com as placas visíveis, itinerários
Vivas almas sobre as quais caminharias

Mas entendo: por mais que rode
e volte e gire
não é mais com centro qualquer esboço
de saída
que te cai ao colo, desequilibrado
sob essas luzes mal claras
em que caminhas

2 comments:

Anonymous said...

zamigo, esta foto foi tirada na cidade universitária? beijo, rÔ

Roberto said...

Ricardo, nossas cidades são sempre invisíveis aos outros. A sua cidade é invisivelmente iluminada.