Saturday, June 07, 2008

Réquiem para o mundo real

[ao som de ‘The eternal vow’, de Tan Dun, tema do filme ‘O tigre e o dragão’, com o violoncelo de Yo-Yo Ma]


Existem dias em que parece que flutuamos no espaço externo, longe da vida cotidiana. Como se fôssemos alheios às pessoas e prédios, e a corrida de ratos pela sobrevivência se assemelhasse a um videogame. Na verdade pode ser um rápido olhar do mundo real, uma espécie de efeito Matrix. Quando você tenta dizer algo, vem uma música antiga no lugar. Poderia ser aterrador, mas você apenas entra no ritmo e deixa que ela o conduza. Tudo está lá e, ao mesmo tempo, só a sua mente é real.

Alguns dias podem ser mais duros. Podem levar esses sentimentos embora e lhe deixar com uma passagem.

::
foto: entrada da estação de metrô Consolação, na avenida Paulista, em São Paulo, por Ricardo Imaeda

[texto originalmente publicado em inglês pelo autor no blog Wayfarer]

1 comment:

Phiala said...

Good for people to know.