Friday, January 21, 2011

Livre

Em ‘Além da vida’ (‘Hereafter’), dirigido por Clint Eastwood, as três histórias sobre experiências com os mistérios da morte estão entrelaçadas com os dilemas da vida terrena. É o impulso de lidar com eles que ajuda os personagens a resolver suas pendências, atravessar as pontes ou interromper o fascínio do que estaria do outro lado. Uma palavra de incentivo a continuar, a possibilidade de se expressar, um encontro romântico. Cada uma dessas realizações religaria os fios.

Quando se olha para os dias difíceis, difíceis, algum mistério parece oferecer conforto ou sentido. Mas, ao mesmo tempo, vira alimento para seu próprio poderio.

No café charmoso em Londres, quem recusa o dom tenta caminhar como simples mortal, sem privilégios de comunicação. Não sabe o que virá. Nesse desconhecimento parece caber sua liberdade.

::

foto: detalhe do parque Moinhos de Vento, em Porto Alegre, por R.I.

1 comment:

ALANYSON. Pode me chamar assim... said...

Querido, eu vi o filme. Não vou dizer que gostei, não arrisco ainda dizer que não gostei também. Mas, sei lá. Não acredito nessas coisas. Sou cético mesmo. O máximo que acredito é em Deus, que chamo de Força/Sabedoria Maior e nada mais. Penso que as pessoas deveriam ser mais realistas e parar de tentar se iludir, arrumando explicações (sem sentido - para mim, pelo menos) para coisas nos são misteriosas, como a morte. Penso até que seria mais fácil aceitar a nossa condição de mortal, sem muitos segredos. Morre e pronto. Mas, a vaidade humana não consegue admitir que é um simples mortal. Aí se fantasiam coisas. Enfim... Aproveito enquanto vivo, porque não espero nada além dessa vida! Beijos